Tensão em Essequibo e crise Yanomami levam Exército a antecipar reforço militar na Amazônia

Veja mais notícias Por Infomoney   | 1 semana atrás
Tensão em Essequibo e crise Yanomami levam Exército a antecipar reforço militar na Amazônia

BRASÍLIA (Reuters) – As tensões na fronteira entre Venezuela e Guiana pela região de Essequibo e a crise humanitária na Terra Indígena Yanomami levaram o Exército brasileiro a antecipar o aumento de suas forças na Amazônia em 10%, disse o comandante militar da região, general Ricardo Augusto Costa Neves, à Reuters.

Dois mil soldados adicionais se somarão aos 20 mil militares da Força que estão na região e vão ajudar o Exército a patrulhar uma fronteira de 9 mil quilômetros com Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia, em uma região de selva usada por trafica... continue lendo >>


Compartilhe



*Este conteúdo é de direito e responsabilidade exclusiva da fonte original (©Infomoney). O NOTÍCIAS DA BOLSA é um agregador de conteúdo dos principais portais sobre finanças da internet e NÃO É responsável pelo conteúdo aqui publicado.